Notice: Undefined property: stdClass::$numOfComments in /home/cen78535/public_html/components/com_k2/views/item/view.html.php on line 264

Notice: Undefined variable: extraFields in /home/cen78535/public_html/templates/maginess/html/com_k2/item.php on line 6

Notice: Trying to get property of non-object in /home/cen78535/public_html/templates/maginess/html/com_k2/item.php on line 6

Notice: Undefined variable: extraFields in /home/cen78535/public_html/templates/maginess/html/com_k2/item.php on line 7

Notice: Trying to get property of non-object in /home/cen78535/public_html/templates/maginess/html/com_k2/item.php on line 7

Apresentação do Relatório do Consultor Internacional

 

   Perito internacional concluiu que “Não há tentativa de fraude, nem manipulação de registo e na base de dados no sistema eleitoral em STP”

 

 Relatorio do consultor internacional

 

“Não foi detectada nenhuma tentativa de fraude organizada ou detectado nenhum intuito de manipulação, seja do sistema de registo, seja de sua base de dados”. Esta é a conclusão dos trabalhos de consultoria de uma missão internacional das Nações Unidas de assistência eleitoral que, no país, analisou todo o processo do sistema eleitoral em SãoTomé e Príncipe. 

 

Essas conclusões foram apresentadas num relatório síntese no dia 17 de Maio pelo especialista internacional, Paulo Sequeira na sala de conferências das Nações Unidas, onde para alem dos representantes do PNUD-São Tomé e membros da Comissão Eleitoral Nacional, também participaram representantes dos partidos políticos com assento parlamentar: ADI, MLSTP/PSD, PCD e UDD.

Consultoria

 

Foi uma missão confiada ao especialista internacional, Paulo Sequeira pelas Nações Unidas durante 30 dias no país. Neste período, conforme disse Zahira Virani, representante do PNUD em SãoTomé e Príncipe, o referido especialista “analisou o processo de recenseamento eleitoral dentro de uma perspetiva técnica, levando em consideração as preocupações que surgiram ao nível da transparência do processo eleitoral.” Zahira Virani acrescentou que, “Para as Nações Unidas, a confiança ao processo eleitoral é uma etapa muito importante para que todo o processo seja transparente e que satisfaça todas as partes envolvidas.”

 

Disse ainda a representante do sistema das Nações Unidas em São Tomé e Príncipe que “durante a avaliação do consultou, foram realizadas diversas reuniões com a Comissão Eleitoral Nacional, com os representantes dos partidos políticos com assento parlamentar, com as organizações da sociedade civil e com o corpo diplomático. O consultor deslocou-se também ao terreno a fim de visitar as brigadas de recenseamento nos diferentes distritos e na Região Autónoma do Príncipe.”

 

partidos politicos

 

Para que houvesse toda a elevada transparência, um técnico da empresa Trigénius que montou todo o sistema de base de dados esteve também no país e, conforme também informou Zahira Virani aos presentes, o representante dessa empresa “ficou no país durante quatro dias para que pudéssemos ter uma apresentação do sistema informático em uso. Esta reunião técnica aconteceu no dia três de maio, com presença dos membros da Comissão Eleitoral e dos partidos politicos com assento parlamentar. O objetivo foi de clarificar todas as questões técnicas sobre o referido sistemas.” 

 

Tudo isso permitiu “trazer mais confiança ao processo eleitoral, aos partidos políticos e a todos os eleitores”, acrescentado Zahira Virani ao concluir que “as Nações Unidas estão ao lado do povo de São Tomé e Príncipe para fazer destas eleições um processo transparente.” 

 

Anterior A CEN encontra-se com o Presidente da Assembleia Nacional para abordar questões relacionadas com o término do funcionamento da CEN prevista para o dia 31 de Julho