Presidente da Assembleia Nacional empossa membros da Comissão Eleitoral São-tomense

São Tomé (São Tomé e Príncipe, 16 Fev. 2021 (STP-Press) – O Presidente da Assembleia Nacional, Delfim Neves, acaba de dar posse aos membros da Comissão Eleitoral Nacional de São Tomé e Príncipe.

No acto que decorreu no salão nobre da Casa Parlamentar, oito membros, dos quais Fernando Maquengo e Eterzizy de Sousa, Presidente e Secretário-geral da CEN, respectivamente, foram empossados e juraram fidelidade a Constituição e as Leis da República. 

A propósito, falando após o seu empossamento, Maquengo, parco nas suas declarações, elegeu obediência as Leis, as quais acrescentou “responsabilidade e sentido de isenção para os ingentes trabalhos que nos aguardam”. 

O líder da Assembleia Nacional explicou que a realização da posse, hoje, está em sintonia com as Leis, ao qual disse que tal acto deve ocorrer 90 dias antes da realização das Eleições.

Ainda a propósito, Delfim Neves, aproveitou o acto para lançar uma indirecta ao principal partido da Oposição, Acção Democrática Impendente (ADI), afirmando que “este [ADI] fazia questão da Comissão Eleitoral Nacional ser empossada ao arrepio das Leis e é este [ADI] que não marca presença [no acto de posse] e daí, se questionar a seriedade de alguns”. 

Esta nova Comissão Eleitoral Nacional, é representada por todos os partidos que integram a Assembleia Nacional, nomeadamente, ADI, na Oposição, MLSTP e a Coligação PCD/UDD/MDFM, no Poder. 

Marcaram presença na tomada de posse, entre eles, Alberto Pereira, Presidente cessante da CEN, ministro dos Assuntos Parlamentares, Cílcio dos Santos, Secretário-geral da Assembleia Nacional, Deputados, dos quais Levy Nazaré e Guilherme Octaviano Vice-presidentes da AN e alguns quadros séniores deste Parlamento.

A cerimónia de posse ocorre, uma semana depois do Chefe de Estado, Evaristo Carvalho, ter promulgado o novo pacote da Lei Eleitoral e três semanas após uma missão da ONU ter visitado o País, e ter garantido apoio financeiro para autoridades São-tomenses realizarem as Eleições Presidenciais, provavelmente, as Eleições Autárquicas e Regionais em Julho deste ano. 

Dos candidatos as Eleições Presidenciais, o MLSTP, partido no Poder, deve reunir o seu Conselho Nacional 27 deste mês para designar o seu candidato. 

Orlando da Mata, Vice-presidente do ADI, partido na Oposição, afirmou que tem agendado para breve em São Tomé um congresso de “reajuste jurídico” e daí designar neste congresso o seu candidato as estas Presidenciais. 

Fim/MD/LM

STP-Press

Anterior A CEN encontra-se com o Presidente da Assembleia Nacional para abordar questões relacionadas com o término do funcionamento da CEN prevista para o dia 31 de Julho
Seguinte Comunicado aos nacionais residentes na Região Autónoma do Príncipe, que estejam em estadia de curta duração em São Tomé